quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A Importância do Mapa de Risco na atividade em Saúde

          O mapa de risco é a representação gráfica do local de trabalho onde são registrados os riscos ambientais, suas naturezas e intensidades, estando estes vinculados, direta ou indiretamente ao processo, organização e ás condições de trabalho capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores.

Ele deve ser de fácil visualização e estar afixado em locais acessíveis no ambiente de trabalho para informação e orientação quanto as principais áreas de risco para todos que atuem ou transitem pelo local.

No Mapa de Risco, círculos de tamanhos e cores diferentes identificam os locais e fatores que podem gerar situações de perigo pela presença de agentes físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes, conforme as figuras apresentadas.


Os principais benefícios dos mapas de risco são:

ž  Prevenção quanto aos riscos existentes nos locais de trabalho aos quais os trabalhadores poderão estar expostos;

ž  Favorecer o uso adequado das medidas e dos equipamentos de proteção coletiva e individual;

ž  Redução de gastos com acidentes e doenças, medicação, indenização, substituição de trabalhadores e danos patrimoniais;

ž  Otimizar a gestão de saúde e segurança no trabalho com aumento da segurança interna e externa; e

ž  Melhoria do clima organizacional, maior produtividade, competitividade e lucratividade.

 


 





Referências:



MATTOS, U.A.O.; FREITAS, N.B.B. Mapa de Risco no Brasil: As limitações da Aplicabilidade de um modelo Operário. Cad. Saúde Públ., Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csp/v10n2/v10n2a12.pdf>. Acesso em: 24 out. 2011.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário